Início » Estudos » Estudos Bíblicos
Subliminares

 

SUBLIMINAR: O QUE É
A Mensagem Subliminar é dotada de uma arte a mais. A arte da persuasão inconsciente. Ela trabalha com o subconsciente das pessoas. Dá-se o nome de mensagem ou propaganda subliminar toda aquela mensagem que é transmitida em um baixo nível de percepção, tanto auditiva quanto visual. Embora não possamos identificar esta absorção da informação, o nosso subconsciente capta-a e ela é assimilada sem nenhuma barreira consciente, e aceitamo-la como se tivéssemos sido hipnotizados. Por definição, subliminares são as mensagens que nos são enviadas dissimuladamente, ocultas, abaixo dos limites da nossa percepção consciente e que vão influenciar nossas escolhas, atitudes, motivar a tomada de decisões posteriores. Subliminares são mensagens que entram na nossa mente de contrabando, como um vírus de computador que fica inerte, latente, e só é ativado na hora certa.
Subliminar é qualquer estímulo produzido abaixo do limiar da consciência, e que produz efeitos na atividade psíquica ou mental. As mensagens ou propagandas subliminares são veiculadas nos mais diversos canais de comunicação como TV, cinema, radio, historias em quadrinhos, revistas, RPG, fliperamas, vídeo games, músicas, informática, teatro, jornais, outdoors, embalagens, bonecas, vitrines, etc. Este tipo de propaganda fere as normas do bom senso e do livre arbítrio, pois não nos dá opção de escolha, seja na compra de um produto, uma filosofia ou ideal político.

 

ORIGEM
O registro escrito mais antigo sobre influência subconsciente, que se conhece está escrito no livro de Gênesis, escrito por Moisés (primeiro livro da Bíblia), onde lemos a história entre Jacó e seu tio Labão. Jacó, após trabalhar vários anos de graça para ele, faz um acordo aparentemente inviável e totalmente favorável a seu tio, No contrato constava que toda cria do rebanho sob seus cuidados que nascesse listrada, salpicada e malhada seria sua, como forma de salário e todas de peles lisas continuariam de Labão. Dada a dificuldade de ocorrerem estes casos, Labão que era seu sogro, aceita prontamente a proposta. Jacó, inspirado divinamente, coloca nos bebedouros e nas bicas de água, varas de álamo, aveleira e castanheiro, descascadas de tal forma, que aparecia a parte clara dos caules em forma de listras, malhas, etc. "E concebia o rebanho diante das varas, e as ovelhas davam crias listradas, salpicadas e malhadas". Ou seja, ao beber água, a imagem das varas que não era focada conscientemente, ficava registrada nos seus subconscientes repetidas vezes durante o dia. Esses estímulos subliminares, eram remetidos diretamente ao ventre das fêmeas, interferindo na formação genética dos embriões. Jacó, tornou-se desta forma, um dos homens mais prósperos da época.

 

COMO SURGIU
Jim Vicary instalou em um cinema de Nova Jersey um segundo projetor especial, taquicógrafo, o qual projetava intermitentemente na tela frases como DRINK COKE e EAT POP CORN. O taquicógrafo pode ser comparado a um tipo de projetor de slides que projeta um único slide na velocidade de 1/3.000 de segundo. No cinema é colocado ao lado do projetor do filme - cuja projeção é ao ritmo de 24 fotogramas por segundo - e fica repetindo a imagem ( sobreposta ao filme) a cada cinco segundos para dar a ilusão de movimento. Durante o filme Picnic, com Kim Novac, no Brasil Férias de Amor, o segundo projetor emitia um slide com a frase Drink Coke numa velocidade de 1/3.000 de segundo. O slide era projetado sobreposto ao filme, rápido demais para ser percebido conscientemente, mas a repetição do sinal subliminar causava efeitos no subconsciente do público, aumentando as vendas da Coca-Cola em 57,7%.
Segundo Ronnie Cuperfain e Keith Clarke, os resultados seriam otimizados caso fossem imagens, ícones, no lugar de textos verbais. Ambos comprovaram que o emprego de mensagens subliminares projetadas no campo visual esquerdo (direcionadas assim ao hemisfério direito do cérebro) são mais eficazes quando são empregadas imagens. Wilson Brain Key descreve uma técnica de edição de imagem que gera um mosaico de impressões visuais, chamado efeito Mc Luhan ou Perceptual Overload, e cita os comerciais de TV da Coca-Cola, nos quais até quatro tomadas são mostradas em um só frame, mostrando pessoas e cenários diferentes o que satura o consciente que não consegue forçar um sentido, aceitando a cachoeira de imagens inconscientemente. Ora, tal edição em ritmo de vídeo clipe, muitas tomadas ou cenas em segundo, é um claro exemplo da fórmula proposta:

 

OBJETIVO
O objetivo maior das mensagens é de controlar sua mente. As inserções de imagens, palavras, ícones ou idéias não podem ser percebidos pelo consumidor em um nível normal de consciência, portanto não lhe é dada a opção de aceitar ou rejeitar a mensagem, como acontece com a propaganda normalmente. Isto fere um princípio divino, chamado de livre arbítrio. Ou seja, Deus que é Deus, não obrigou o homem a seguir os seus caminhos, antes, propôs-lhe que optasse ou pelo bem ou pelo mal. Você pode consultar as leis de Moisés, que constituem ainda uma das bases do Direito até os dias de hoje. As sociedades modernas vivem enganadas com a pseudo ilusão de que tem o controle de todas as coisas, e que todas as coisas podem ser controladas. Tudo isso em verdade são fantasias, reforçadas inconscientemente através de um bombardeio de mais de 100 mil fixações por dia.

 

COMO FUNCIONA
Na subliminar visual as imagens são captadas pelos olhos, que fazem mais de 100 mil fixações conscientes por dia. Numa fração de segundo esta imagem é invertida pelo nervo óptico e enviada ao cérebro (hipotálamo) para ser processada. O núcleo desta área, exerce controle de atividades das mais importantes do organismo, como o sono, temperatura do corpo, metabolismo da água, etc. Com o taquistoscópio provou-se que o cérebro reage a imagens projetadas a uma velocidade de exposição de até 1/3000 de segundo! Vale transcrever aqui a experiência sobre resposta emocional a imagens do Dr. Roger Sperry, prêmio Nobel de Neurofisiologia e Anatomia de 1981. A equipe de Sperry projetou uma fotografia de modelo despida da Playboy no campo visual esquerdo de um paciente operado da secção do corpo caloso, órgão que une os 2 hemisférios do cérebro, a uma velocidade altíssima, impossível de se verificar conscientemente. Lembramos que o nervo óptico é cruzado, ou seja, o olho esquerdo envia informações ao hemisfério direito do cérebro. Estava provado, o paciente esboçou um sorriso, sem entender o que estava realmente acontecendo, ao mesmo tempo em que os aparelhos registravam alterações nos seus displays, provando a sua excitação.

 

DEFENDENDO-SE
Neste momento, pare por 30 segundos o que você esta fazendo. Este é o tempo normal de um comercial de TV. Dê uma olhada geral à sua volta. Pronto! Agora tente anotar (mentalmente) tudo o que você viu. OK. De olhos fechados procure responder por exemplo, quantos livros haviam na estante, ou quantas almofadas haviam no sofá, ou que horas marcava o relógio da sala, se o mostrador dele era com algarismos romanos ou arábicos ou qual era a cor da sua meia? Olhe novamente, agora procurando fixar com mais atenção nos cantos, nos detalhes. Percebeu quantas coisas foram simplesmente ignoradas. Percebeu que sua lista poderia conter pelo menos 3 vezes mais objetos? Todas as coisas à sua volta, todos os detalhes, não foram acrescentados ou alterados. Eles continuaram nos mesmos lugares. As coisas que você anotou, são na realidade as percepções conscientes. As que você não viu ou pensa que não viu, foram 'anotadas' sim, porém a nível de inconsciência, subliminar. Realmente é inconcebível que um indivíduo pudesse concentrar-se de maneira consciente em todas as coisas ao mesmo tempo. A percepção consciente é portanto fragmentária. É impossível à mente humana lidar com todas as percepções, sejam visuais, auditivas, olfativas, gustativas e táteis ao mesmo tempo. Sabemos que alguns espiões, são treinados exaustivamente para, numa passada de olhos, 'fotografar' objetos, códigos, equipamentos, números de série de equipamentos, etc. Você também pode chegar a este nível. Tenha fé! Os neurofisiologistas, psicólogos, comunicólogos e todos quantos estudam e se apaixonam por esta matéria, sabem há muito tempo que apenas uma pequena fração de uma percepção é registrada de modo consciente. Se você fosse submetido a um processo de hipnose ou narcosíntese, (não aconselho), certamente iria descrever o mesmo ambiente da experiência anterior com uma riqueza de detalhes que certamente iria impressioná-lo. Logo, é possível desenvolver, através da repetição de experiências semelhantes a realizada, substituindo a sua sala por exemplo, por qualquer veículo de comunicação ou emissor de mensagens: TV, teatro, jornais, revistas, cinema, games, outdoors, etc. Você vai se surpreender com a quantidade de mensagens 'escondidas' que vai descobrir nos cantos e detalhes desta 'sala'. Uma outra técnica de caçar mensagens na TV e nos games, por exemplo, é gravar o programa ou jogo em vídeo e em seguida pausar ou congelar as imagens. Nos games, tenho encontrado muito material escondido. Observe que quando estão jogando, as crianças (ou adultos) estão totalmente concentradas no centro da ação, ou seja, no centro do monitor. Quando estiver pausando as imagens, faça uma varredura, em tudo aquilo que geralmente ninguém vê: olhe os muros, as placas das ruas, dos carros, as mensagens pichadas nas paredes, as simbologias ocultistas, nazistas, ideológicas, etc. A primeira reação que você vai sentir depois de tudo isso é de indignação, de 'bronca' por saber que foi muito tempo enganado.

 

ONDE ESTÁ

As mensagens subliminares estão em todo lugar. Como as mensagens subliminares, ou ocultas são enxertadas ou inseridas na mídia em geral, de maneira tal que a percepção não seja consciente, teoricamente elas estão, ou poderão estar em todo lugar sem que você perceba.

 

Imagens Embutidas
Existem varias técnicas subliminares, cada qual endereçada a órgãos dos sentidos específicos, sendo os principais a visão e a audição. Os casos de imagens embutidas mais antigos nos levam até Leonardo da Vinci, artista e sábio italiano (1452-1519) que muitas vezes utilizava a pintura para registrar cenas ou traumas de sua infância. A primeira vista quando vemos um quadro, uma pintura ou uma foto não percebemos conscientemente uma outra imagem que esta "embutida", ou em segundo plano. Na figura 1 você vê uma moça de perfil, de chapéu, mas dificilmente vê uma velha.

 

Figura 1.
O brinco da moça na realidade é o olho da velha, na imagem embutida.

 

Em capas de livros

Figura 2.
Figura 3.>>
Figura 2 / Figura 3.
Enquanto a visão fóvica foca o centro da capa do livro, a visão periférica capta os órgãos genitais contidos nas folhagens (dê um zoom) logo abaixo do nome do autor e figuras estranhas.

 

 

 

 

 

Em embalagens

Figura 4.
Num primeiro momento, captamos apenas o 'M' do Mac na alça da sacola. Quando os olhos começam a varrer toda figura, começamos a enxergar os detalhes. Você poderia imaginar o Ronald fazendo este gesto obsceno?

 

Em revistas
O coelho é um animalzinho que, devido a sua docilidade e aparência sempre despertou, em especial nas crianças, um carinho todo especial. Haja visto que, o coelhinho 'roubou' a cena na Páscoa, que no hebraico (Pesah) significa 'passagem', aludindo à passagem do mar vermelho, pelo povo judeu comandado por Moisés. A verdade é que quando se fala em coelho, a imagem do ovo, dos chocolates e presentes vão saindo do nosso inconsciente e logo vem o impulso consumista: - compre, coma, etc. Afinal que tem o coelho com o ovo? Ora se analisarmos bem, os dois tem a ver com fertilidade. O coelho selvagem por exemplo, do qual descende o nosso coelho domestico, chega a Ter quatro ninhadas por ano, podendo ser cada uma de quatro a dez filhotes. Já o domestico pode atingir até 10 kg de peso, tem seis ou sete ninhadas por ano, com 10 a 15 filhotes cada uma!!! Já fez as contas? É isso mesmo, - o casal pode atingir a incrível marca de até 105 filhotes por ano! Quando a Revista Playboy começou a pensar numa logomarca que pudesse representá-la, não poderia deixar de lado, alem da docilidade, carisma, beleza, a fertilidade e virilidade do coelho. Era necessário, porém, que isto fosse implantado de maneira que não agredisse o publico leitor, já tão acostumado com a revista sem 'logo'. Uma vez definido o animalzinho pelas características já citadas, a silhueta do bichinho começou a ser enxertada nas capas de maneira sutil, subliminar.

 

Propaganda em revista

 

Figura 5.
Apesar das costas do rapaz estar simbolizando uma relação com a foto do peixe, isso se destaca mais na parte de baixo das costas dele, porém a parte de cima mostra um possível rosto muito estranho (concentre-se nas partes mais claras do formato das costas dele). Isso pode ter sido proposital ou não.

 

Figura 6.
Já conseguiu ver a figura de um demônio no peito dele? (Bodybuilding Journal - Publicação da Probiótica - Edição n.º 9 - maio/1992 - SP)

Em Jornais


Outros exemplos
As mensagens subliminares estão em todo lugar. Como as mensagens subliminares, ou ocultas são enxertadas ou inseridas na mídia em geral, de maneira tal que a percepção não seja consciente, teoricamente elas estão, ou poderão estar em todo lugar sem que você perceba.

Figura 1.
Nessa imagem podemos perceber a palavra "Liar" ("mentiroso" em inglês) escrita com o contorno do rosto (para facilitar, encline um pouco a cabeça para o lado direito).

 

 


Figura 2.
A imagem acima foi enviada por e-mail para nós por um internauta. Agradecemos a colaboração!
Nela podemos perceber claramente (apesar da sutileza) a inserção de imagens ocultas embutidas na paisagem. A princípio só vimos o alce deitado na neve e uma floresta ao fundo, mas ao fixarmos atentamente os olhos perceberemos as imagens ocultas embutidas na floresta: à esquerda a face de um homem, no centro a de um lobo e à direita a de um alce (igual à do que está deitado na neve). Aí está um exemplo claríssimo do que pode ser uma imagem com mensagem subliminar.
Abaixo da figura está escrito o título "Three Concerns", que em português é Três Preocupações.

Seria referente à três imagens ocultas embutidas? Fica no ar o mistério...


CORES
A seguir 2 exemplos de centenas de outras logo marcas trabalhadas com os mais modernos conhecimentos de indução psicológica da vontade. Onde é mostrado o funcionamento das cores (Psicologia das Cores) aplicadas ao Subliminar:


McDonald's:amarelo e vermelho, onde o amarelo indica vazio e o vermelho calor, então vazio + calor sugere FOME (também sede) de comida quente. O website da empresa é totamente vermelho e amarelo.


Coca-Cola: preto e vermelho, onde preto indica abafado e o vermelho calor, então, abafado + calor dá a sensação de SEDE.
Em vários estudos foi comprovada a influência das cores no nosso subconsciente.

 

 

QUADROS
Infelizmente alguns artistas fazem pacto com o diabo para que seus quadros façam sucesso. Para isso inserem imagens malígnas ocultas em seus quadros; imagens estas que podem causar vários tipos de coisas ruins nas pessoas que os adquirem.
É muito grande o acervo de material subliminar que temos encontrado no mundo das artes. Muito provavelmente a maioria dos artistas nem sequer sabia o que era subliminar. Os enxertos que fizeram nos quadros, eram reflexos ou arquivos escondidos na zona de penumbra, Carl Gustav Jung, (Turgóvia, Suiça - 1875/1961). Foi Jung quem introduziu a idéia de que a libido era sinônimo de 'energia vital' e a tese do 'inconsciente coletivo'.

 

Caveira oculta em quadro
Infelizmente alguns artistas fazem pacto com o diabo para que seus quadros façam sucesso. Para isso inserem imagens malígnas ocultas em seus quadros; imagens estas que podem causar vários tipos de coisas ruins nas pessoas que os adquirem.

Figura 1.
No quadro, percebe-se uma mancha, que na verdade é uma caveira. A caveira somente é perceptível, quando olhamos o quadro de lado.

Esta é a caveira encontrada no quadro da Figura 1 desta página. Nessa imagem acima ela foi acertada (antes estava distorcida).

 

 

 


"Vendo as mensagens subliminares encontrei na Figura 1 alguns desenhos diferentes do que mencionou, bem na manga do homem que esta marcado pelo círculo por acaso não seria um rosto demoníaco? E na roupa do mesmo homem onde tem um círculo parece ter um símbolo da Nova Era (parece um Escaravelho). O círculo no chão é a caveira."

 

 "Estava olhando o quadro abaixo e percebi algo que me chamou muita atenção. Não sei se tem algum significado espiritual ou se é só fruto da minha imaginação, mas eu vi uma cara parecendo um demônio meio gato (deformado), algo assim. Eu circulei o possível rosto com a cor AZUL. Está na roupa do homem de preto."

 

Infelizmente alguns artistas fazem pacto com o diabo para que seus quadros façam sucesso. Para isso inserem imagens malígnas ocultas em seus quadros; imagens estas que podem causar vários tipos de coisas ruins nas pessoas que os adquirem.

 

É muito grande o acervo de material subliminar que temos encontrado no mundo das artes. Muito provavelmente a maioria dos artistas nem sequer sabia o que era subliminar. Os enxertos que fizeram nos quadros, eram reflexos ou arquivos escondidos na zona de penumbra, Carl Gustav Jung, (Turgóvia, Suiça - 1875/1961). Foi Jung quem introduziu a idéia de que a libido era sinônimo de 'energia vital' e a tese do 'inconsciente coletivo'.


Figura 01.
Um caso lamentável de apelação erótica (orgão sexual masculino) no ventre da figura. (A era da manipulação - W.B. Key - Ed. Scritta - pág. 29)

 

Figura 02.
No quadro acima (quadro Mercadores de Escravos), temos dois mercadores e um escravo, porém olhamos a imagem distantemente, percebemos o rosto de um idoso.


Figura 03.
Repare entre os troncos das árvores, no lado esquero da imagem, em pé. Na lápide está escrito "Napoleon", então supõe-se que esta pessoa em pé seja uma imagem de Napoleão. Está aí um exemplo claríssimo de imagem oculta/subliminar. Esta imagem foi recebida por e-mail.

 

 

Figura 04.
Neste vê-se claramente a figura de uma mulher nua, de costas.


Figura 05.
O quadro é um pintor pintando um outro quadro, e a pessoa no cavalo sendo pintada (direita) está no rosto do pintor (esquerda).

 

Figura 06.
Aqui está clara a cabeça da pessoa, mas o cabelo esconde outras coisas. Na parte da direita do cabelo ve-se a pessoa pintada num cavalo e à esquerda um dragão cospindo fogo.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Figura 07.
Vemos neste quadro claramente um rapaz tocando violão à direita e uma moça sentada ao lado dele à esquerda, ambos com chapéu na cabeça. Porém ao olharmos a figura de uma forma mais aberta, visualizaremos um senhor idoso e uma senhora idosa se olhando de frente (eles estão de perfil).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Apêndice 1: Sobre a Figura 07

  Recebi um e-mail de uma pessoa que relatou ter visto algo mais: Aquilo que seria uma garrafa ao lado da moça à esquerda e o brinco da velha da esquerda, na verdade parece ser a imagem de uma estranha igreja. Veja na imagem ampliada recebida por e-mail:


Figura 08-a.
Este quadro é horrivel... Se olharmos bem veremos muitos, muitos rostos, de todos os tipos, espalhados por todo o quadro, um mais feio que o outro. O cavaleiro, na verdade, forma um grande rosto também, veja melhor na figura reduzida:

 

Figura 09.
Neste aqui vemos algumas mulheres conversando, porém as duas da frente que estão em evidência fazem parte de um grande e sinistro rosto subliminar. Alguém que pinta um quadro tão subliminarmente horrível como este só pode ter sido inspirado malignamente.

 

Quadro 04:      
Foram identificados alguns rostos neste quadro:

Quadro 05:
No quadro do menino "Eddie" pudemos observar que a ponta da camiseta toma a forma de um rosto muito estranho (eu inverti a figura afim de ser melhor visualizada). E em outra reprodução (melhor) destaquei do lado direito uns traços que tomam a forma de uma cabeça e braços (observem bem no quadradinho preto).

 Quadro 26:
No quadro 26 existe um rosto subliminar desenhado no plano de fundo, onde destaquei o local onde ele está inserido (parecendo uma caveira). Observaram?

Infelizmente alguns artistas fazem pacto com o diabo para que seus quadros façam sucesso. Para isso inserem imagens malígnas ocultas em seus quadros; imagens estas que podem causar vários tipos de coisas ruins nas pessoas que os adquirem.

Quadro 1.
Este quadro que você vê agora é uma verdadeira raridade. Ele faz parte de um total de 27 quadros, que em sua grande maioria, os personagens, geralmente crianças, curiosamente aparecem chorando [Nota do Tabernaculonet: 27 foi o número de quadros incluídos no pacto satânico]. Há muitos anos atrás, o autor destes quadros esteve no programa "Fantástico" (Rede Globo) confessando que como nunca havia vendido um quadro em sua carreira, havia feito um pacto com as 'forças do mal' para que ficasse famoso. Arrependido do mal que fizera, pediu no programa que queimassem ou destruíssem todos os quadros que encontrassem, pois eles traziam maus presságios, fluídos negativos, enfermidades e outros malefícios para quem os possuísse. Entendeu porque essa imagem é uma raridade? Desde então estudiosos começaram a checar os fatos, e para surpresa deles, todos quantos tinham o quadro sofriam algum tipo de influência negativa, e ao seguir o conselho do pintor, a situação voltava ao normal! Coincidência? Observe que ao virar o quadro de ponta cabeça, o que era o pescoço do menino, agora é uma mão que esta estrangulando-o! Agora o detalhe que tem chocado a muitos, trazendo um profundo mal-estar, é o fato de que a criança esta com a pupila, totalmente dilatada, apesar de haver luz no ambiente. Já estava portanto morta, ao ser retratada!
Obs.: Não há confirmações de que o autor dos quadros tenha ido ao programa Fantástico (Rede Globo). A Rede Globo não confirma este fato. Mas não importa se ele foi em algum programa de TV brasileiro ou não...

 Apêndice 1:

"Vendo o trabalho de vocês pude berceber em uma das fotos, outra imagen que talvez não tenham visto.
Trata-se da Mensagens subliminares (O link - Onde está) - figura 9 [Nota: Atualmente "Quadro 1" do artigo "Informações e quadros comentados "], onde mostra um menino em uma foto que está sendo seguro por uma mão. e ao mesmo tempo sendo expelido de um orgão. Ao lado de uma das fotos está muito visível é foto de um homem, ela está á esquerda do menino na parte inferior."

Nota: Analisei a imagem e também consegui ver claramente o rosto de uma pessoa. Está na figura da direita (aque o menino está de cabeça pra baixo), no canto inferior esquerdo. Se olharmos bem aquela parte um pouco mais clara que o resto do fundo, veremos claramente o vulto de um rosto.


Quadro 2.
Neste quadro a imagem que surge é de um monstro (demônio) engolindo o menino.


Quadro 3.
No quadro acima (à esquerda) se observarmos com atenção, percebemos o motivo pelo qual a menina chora: ela tem o braço direito amputado. Nota-se também, a formação de algumas gotas de sangue que, num primeiro momento, aparentava ser sua manta se desfiando. Depois de um apurado estudo anatômico, concluímos que seu antebraço esquerdo também estava deslocado, ou simplesmente 'fora de lugar'. A mão e os dedos estão inchados e os cantos das unhas arroxeados, características comuns de membros necrosados. À direita, o quadro 'corrigido' depois de um estudo anatômico, mostrando a posição em que o antebraço deveria estar representado. Se não me engano, se olharmos essa figura de lado, como a Quadro 2, o manto vermelho da menina parece também como que um monstro a engolindo.


Apêndice 2:

"Se deitarmos o quadro pela direita a figura tomará a forma de uma pessoa morta (deitada com o braço sobre o peito).
                          
Se deitarmos o quadro pela esquerda iremos perceber com muita clareza que o braço (muito desproporcional ao corpo da menina) na verdade não é propriamente dela mas sim de uma outra pessoa (de um homem) que está como que carregando a menina como se a mesma fosse um "embrulho"! Notem!"

Outras informações sobre os quadros

Autoria
Estes quadros foram pintados por um italiano chamado Bruno Amadio, que os assinou como G. Bragolin, Giovanni Bragolin, J. Bragolin, GB, B. Amadio ou Giovanni Amadio, entre as décadas de 70 e 80, e se espalharam por vários lugares do mundo como uma peste, assim como no Brasil. Existem os originais, que segundo informações encontradas no website holandês Crying Boy Fanclub estão em um museu na Europa, e as réplicas, milhões delas, espalhadas pelo mundo.

Em um dos quadros podemos ver uma das assinaturas (provavelmente a mais usada) de Bragolin:

No quadro 15 também (parece ser a mesma do quadro acima):

Já no quadro 47, a assinatura é outra (o que não significa que tenha sido pintado por outra pessoa):

Outras informações     
Segundo informações encontradas em um dos websites citados no final desta página, na época do auge destes quadros, ocorreram entre 40 e 50 casos de incêndios que ocorreram em casas na Europa (principalmente Inglaterra), que continham algum destes quadros, e apesar do estrago nas casas, os quadros de crianças chorando permaneciam intactos. Algumas pessoas chegaram a afirmar que os incêndios tinham sido causados pela maldição destes quadros. Alguns destes casos chegaram a ser manchetes em agências de notícias.

 

Um website sueco, entre os citados no final desta página, afirma que só na Suécia cerca de um milhão destes quadros foram vendidos na década de 70. Na década de 80 estes quadros renderam uma enorme fascinação em faculdades de Estocolmo, onde o assunto era debatido. Além disso os quadros foram vistos presos até na parede de barracas e casas em acampamentos de refugiados palestinos. Este mesmo website sueco diz ainda que a atmosfera se tornou pesada em torno destes quadros na década de 80. Muitos artigos de jornais contaram sobre bombeiros que encontraram sob escombros quadros de crianças chorando ilesos diante das cinzas de casas incendiadas. Que estes casos continuam é comprovado na Internet, onde pessoas que os possuíam contam histórias ruins que lhes aconteceram, e muitos acham que estes quadros podem ser a causa. O website termina perguntando se é verdade ou mentira e que, em todo caso, estes quadros têm um poder estranho, e que continuam diseminando medo e desgosto em torno deles. O texto no website sueco é de autoria de Brita Häll (www.amosmagasin.com).

 

Veja abaixo a tradução de um texto encontrado na Internet:                        

Algo muito estranho aconteceu em Londres, em 1985. O jornal "The Sun" - que noticiou o absurdo, uma história sobre Peter Hall, um bombeiro de Yorkshire que estava transtornado pelo fato de que a brigada dele tinha sido chamada a vários incêndios domésticos nas quais tinham sido destruídos os conteúdos inteiros de uma série de casas; tudo, quer dizer, exclua uma única pintura que ficou pendurada não danificada em uma parede. Necessariamente não era a mesma pintura, mas de um tipo que sempre descreve uma criança chorando - um de uma série que retrata um menino. Com algo entre dois e cinco anos de idade, com lágrimas nos olhos, grandes e límpidos.
FONTES:
- http://www.unitednet-works.org/ontheroad/comingout/workshop.html
- http://www.bermuda.com/bspr/object.htm

O fã clube e o documentário do holandês Michiel Keller
Segundo informações encontradas no website holandês Crying Boy Fanclub (do Michiel Keller), os quadros originais de crianças chorando estão em um museu na Europa, e as réplicas, milhões delas, espalhadas pelo mundo. Estes quadros influenciaram muitas coisas, e alguns artistas, como o produtor de filmes holandês Michiel Keller, que começou em 1998 na internet um grupo para quem gosta de quadros com crianças chorando. Ele está fazendo até um documentário sobre os quadros e sobre pessoas que os possuíam ao redor do mundo, chamado "Why did the boy cry?" (Porque o menino chorou?). Segundo Keller, na década de 70 estes quadros fizeram muito sucesso também na Holanda. Se buscarmos na Internet, veremos que Keller buscou informações sobre estes quadros em websites do mundo todo. A pesquisa dele começou em 1998. Pelo que escreveu em diversos websites, ele se mostra ser realmente um fanático por estes quadros.

 

Veja abaixo a tradução das principais partes dos textos contidos no website Crying Boy Fanclub, de Michiel Keller:

O pequeno menino cigano chorando adquire seu próprio filme! Uma ode para os fabricantes (Bragolin) e os donos orgulhosos de seu trabalho! Com subsídio do Fundo Holandês Para Filmes, o escritor Michiel Keller com o produtor Marc Stekelenburg preparam um documentário de 50 minutos relativo aos fabricantes e donos dos quadros de crianças chorando. O filme poderá ser visto em 2003, na televisão e nos cinemas Arthouse. O projeto de filme é intitulado: "Porque o menino chorou?".
(...)
Pinturas originais de Bragolin exibidas pela primeira vez em um museu! Por volta de janeiro de 2002 uma exposição aconteceu no Museu do Século 20 em Hoorn [Holanda], onde aproximadamente 25 pinturas originais de Bragolin foram vistas.

Leia abaixo a tradução de um dos textos de Michiel Keller que podem ser encontrados na Internet, escrito em março de 2002 (fonte: http://www.voy.com/6649/2/118.html). Pelo visto ele escreveu para ingleses poucos dias antes de viajar para a Inglaterra para coletar informações para seu filme documentário. Veja:

Meu nome é Michiel Keller (28) e minha profissão é produtor de filmes.
Eu estou, depois de quatro anos de pesquisa, até mesmo mais intrigado; no momento eu estou fazendo um filme documentário sobre donos destes quadros ou simplesmente as pessoas que têm uma história sobre eles. Eu os unirei em um filme.

Eu já tenho filmado em Costa Rica, Croácia e o Holanda e conheci muitos donos destas reproduções (também originais!). Agora semana que vem, de 23 até 31 de março, eu estarei visitando alguns donos destas reproduções na Inglaterra. Eu realmente espero que eu possa conhecê-los bem! No momento eu não posso achar muitas pessoas na Inglaterra que ainda tem uma reprodução de um destes quadros em casa ou tem uma história agradável sobre eles. Então eu estaria muito contente por conhecê-los em uma noite, manhã ou tarde. Quando vocês tiverem tempo. Para uma reunião curta. Não há necessidade de uma história em torno destes quadros, só o fato de você ter um poderia ser bastante para mim. Neste filme eu gostaria de unir donos destes quadros do mundo inteiro. Eu realmente espero nós podermos nos encontrar!
Por favor envie seu endereço e telefone para mim, assim eu posso o contatar e vê-lo quando você tiver tempo para se encontrar comigo. E então eu posso programar uma viagem para mim (eu estarei por toda parte, visitando lugares na Inglaterra por 10 dias).

Eu realmente espero que nós nos encontremos semana que vem em algum lugar!

Saudações amáveis,

Michiel Keller
Leiden, Holanda.

Pelo que vi no website da produtora Wonderland Film, o documentário de Keller ainda está em desenvolvimento. Veja abaixo a tradução de um texto deste website sobre este documentário:

PORQUE O MENINO CHOROU?
Filme documentário longa-metragem de Michiel Keller.
Um filme sobre as lendas urbanas e as histórias pessoais dos donos de quadros de crianças chorando ao redor do mundo.
Em 1998 Michiel Keller (o diretor de filmes holandês) começou um website (www.cryingboyfanclub.nl) sobre estes quadros famosos. Ele colecionou as reproduções diferentes durante anos e agora ele quer saber quem é o pintor destes quadros de crianças chorando. Pessoas o contataram do mundo inteiro com histórias estranhas e anedotas de intimidação sobre estes quadros. Mas ninguém sabe quem é o pintor. Nenhum perito de arte, nenhum livro poderia o ajudar. As pinturas são quase tão popular quanto o famoso 'Mona Lisa' de Leonardo Da Vinci.
Por causa de histórias que envolvem azar, muitas pessoas no mundo destruíram suas cópias, mas afortunadamente ainda existem alguns. Para este projeto de filme, Michiel Keller está procurando os poucos donos restantes destes quadros (originais e reproduções) e busca histórias sobre os quadros.
Michiel Keller e o seu operador cinematográfico Dik Kompier, estão fazendo este documentário para unir estas pessoas do mundo todo em um filme. A ligação entre eles é que todos eles têm um quadro de criança chorando na parede. Todos eles têm um certo modo de lidar com emoções e todos eles têm uma diferente (às vezes muito estranha) história sobre estes quadros. Desta forma, o filme mostrará os modos diferentes de lidar com emoções em culturas diferentes. E a enorme imaginação do público em torno destes quadros. Keller e o time dele já têm filmado na Itália, Croácia, Costa Rica e Brasil. Depois da Inglaterra estarão pesquisando e também filmando na Suécia, Índia, Rússia, Aruba e Holanda.
O filme é desenvolvido com o apoio do "Duch Filmfund" (fundo holandês para filmes) e será liberado no outono de 2003.

Pelo que podemos ver, a produção e o lançamento do documentário estão atrasados. Provavelmente pela dificuldade de encontrar informações sobre estes quadros e pessoas que ainda os possuam no mundo todo.

 

Buscando na Internet, consegui encontrar ainda outro quadro assinado por G. Bragolin. Não é um quadro de criança chorando, mas outro diferente, chamado "Still life with apples" ("Natureza morta com maçãs"). Não sei se foi pintado antes ou depois dos famosos quadros de crianças chorando. Veja abaixo este outro quadro:
 
Figura 01: Quadro "Still life with apples", de Giovanni Bragolin
"Achados"
Um rapaz (P. A. P.) me enviou por e-mail, no final de março/2003, uma imagem analisada deste quadro acima. Ele conseguiu identificar 16 rostos ocultos (subliminares) neste quadro, sendo que a maioria deles parecendo rostos totalmente demoníacos. Veja a imagem que eu recebi (eu só adicionei os números identificadores em amarelo):
CLIQUE AQUI E VEJA A IMAGEM AMPLIADA
Figura 02: Imagem analisada que recebi por e-mail. [Clique na imagem para ve-la ampliada!]
Desta imagem eu só não consegui identificar 4 rostos, destes destacados. Alguns são caveiras, e outros são rostos muito feios, como o de número 11, que foi colocado de lado (para ficar correto) e recebeu destaque na parte de baixo da imagem. Talvez com o tempo e olhando mais vezes eu consiga ver os outros rostos. Porém já é possível comprovar que este quadro, assim como os das crianças chorando, é completamente amaldiçoado e maligno. Pode ter certeza que estes rostos malignos não estão aí por acaso! O mais provável é que as obras de Bragolin tenham sido pintadas sob a inspiração de demônios!

 

Ainda é Vendido
O pior é que este quadro ainda é vendido na Internet! Nos dois websites que eu informo abaixo ("Fontes") o quadro está à venda! O preço de cada quadro é em média entre 900 e 1500 euros e um dos websites afirma ter um lote de 229 quadros! Isso também prova que ainda existem muitos quadros do Bragolin pelo mundo...

 

Autor satânico
Este quadro prova que o autor não ofereceu ao diabo somente os quadros de crianças chorando, mas outros dele também. Eu acho bem provável que todos os quadros pintados por ele tenham influência maligna.